Este website é destinado para o público portugués. Para que você verifique se o website de seu país está disponpivel, selecione o seu país da lista.
Fechar
Fechar
Fechar
Fechar
Fechar
Fechar

O nosso portfolio diversificado reforça o nosso compromisso com a Saúde das Mulheres

Investigar a infertilidade e compreender a fertilidade

Como é diagnosticada a infertilidade?

Se tem tido relações sexuais sem proteção, regularmente, há um ano e não engravidou, o seu médico deve iniciar exames ou encaminhá-la para uma clínica de fertilidade. Se tem 35 anos ou mais, pode ser encaminhada para testes depois de seis meses, pois a probabilidade de engravidar diminui com a idade e pode precisar de intervenção imediata para melhorar a sua possibilidade de engravidar.

Vários problemas de saúde e fatores do estilo de vida podem afetar a fertilidade, portanto, talvez precise de se submeter a vários tipos de testes e exames enquanto os seus médicos tentam descobrir porque não está grávida. O seu parceiro precisará também de realizar testes.

Saiba mais sobre as causas da infertilidade.

Exames de Fertilidade para Mulheres

Quando consultar o seu médico pela primeira vez, este irá examiná-la para averiguar a existência de quaisquer sinais de infeção ou problemas ginecológicos.

O seu médico irá fazer perguntas sobre as suas menstruações e irá prescrever-lhe um exame de sangue para verificar os seus níveis de progesterona e assim poder confirmar se está a ovular. Se a menstruação for irregular, também poderá fazer um exame de sangue para verificar os níveis da hormona folículo-estimulante (FSH), da hormona luteinizante (LH) e de outras hormonas.

Os problemas de fertilidade costumam acontecer quando as trompas de Falópio estão obstruídas ou no caso dos ovários não funcionarem como deviam. Portanto, o seu médico, ou a clínica de fertilidade, providenciarão testes para verificar ambas as funções. Uma ecografia transvaginal será usada para visualizar os ovários, as trompas de Falópio e o útero, verificando assim se há anomalias.

Nalguns tipos específicos de ecografia, um corante pode ser injetado no útero para que o técnico possa observar se este atravessa, facilmente, as trompas de Falópio.

O seu médico ou a clínica de fertilidade também podem encaminhá-la para realizar uma laparoscopia (cirurgia de buraco de fechadura) para investigações adicionais. Durante uma laparoscopia, o seu médico observa o interior da pélvis com uma câmara para verificar a saúde das suas trompas, útero, ovários e tecidos circundantes.

Exames de Fertilidade para Homens

O seu parceiro fará um exame inicial, no médico, que inclui a verificação do pénis e dos testículos para averiguar se há sinais de problemas médicos que possam estar a afetar a fertilidade.

A próxima etapa dos testes é realizar uma análise do sémen. O sémen é o líquido libertado durante a ejaculação que carrega o esperma.

O seu parceiro precisará de se abster da prática sexual entre 2 a 5 dias antes de produzir uma amostra de sémen. O laboratório fará a contagem de espermatozoides, quão saudável ele é e quão bem pode projetar-se para a frente (designada motilidade espermática).

O seu parceiro pode ter que repetir o teste depois de algum tempo, pois dois ou mais testes produzem um resultado mais preciso.

Tratamentos para melhorar a fertilidade

O tratamento para melhorar a fertilidade mais adequado para si dependerá dos resultados dos seus exames. Existem três áreas principais no tratamento da fertilidade.

  • Medicação que estimula os ovários ativando a produção e libertação de óvulos.
  • Reprodução medicamente assistida (RMA), incluindo:
    • Fertilização in vitro (FIV), em que os óvulos são retirados da mulher e depois misturados com o esperma num laboratório. Um ou dois dos embriões fertilizados mais saudáveis são então colocados de volta no útero para serem implantados.
    • Inseminação intrauterina (IIU), em que o esperma é injetado através do colo do útero e no útero por volta da época da ovulação. Se os seus ovários não estão a ovular de forma fiável, pode precisar de medicamentos para os ajudar.
    • Injeção intracitoplasmática de espermatozoides (ICSI), onde um espermatozoide é colocado diretamente no óvulo sob um microscópio. ICSI é uma opção adequada quando a qualidade ou motilidade do esperma é um problema.
  • Cirurgia para corrigir quaisquer anomalias, como remover tecido cicatricial que pode limitar as trompas de Falópio ou remover miomas.